Muito falamos sobre o conservadorismo das igrejas neo-pentecostais e sua importância na eleição de Bolsonaro e outros expoentes da “nova direita” no Brasil. Reconhecemos a necessidade de estabelecer canais de interlocução com este público mas pouco sabemos sobre uma greve numa das organizações de uma destas igrejas.

Trata-se de paralização dos funcionários da Igreja Mundial do Poder de Deus, liderada pelo Pastor Valdemiro que muito de nós conhecemos por conta da sua figura. Trata-se do milionário pastor que usa um chapéu sertanejo nas suas pregações e aliado de primeira hora de Bolsonaro.

Trabalhadores da Igreja Mundial fazem protesto diante do templo central no Brás, centro de São Paulo, durante greve
Imagem: Rodrigo Bertolotto/UOL

Tomei conhecimento através de matéria do portal UOL (clique aqui para acessar) e de uma nota tímida no site da CUT (leia aqui). O sindicato que está apoiando mais de perto é o Sindicato dos Radialistas de São Paulo que, pelo que percebo no site, não é filiado a nenhuma central sindical o que dificulta a publicização na imprensa progressista (não deveria, mas …) .

Enfim….vamos acompanhar esta paralização e seus desdobramentos. Quem tiver mais informações manda no denis@trampo.blog.br que temos todo o interesse em divulgar